sociologia 1º ano (2º bimestre)

O analfabeto político
O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, da farinha, da carne, do aluguel, do sapato, do remédio, depende de decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política.
Não sabe ele que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, assaltante e o pior de todos os bandidos, o político vigarista, pilantra, corrupto e explorador.

1 – De exemplo de situações e atitudes que possam caracterizar o analfabetismo político.
2 – É possível viver em sociedade sem nenhum tipo de participação política? Explique sua resposta.
3 – Cite possíveis formas de participação política além do ato de votar ou ser votado.




O homem é um ser social
Por que o homem é um ser social
Não sabe viver  isolado, precisa de interação com seus semelhantes afim de buscar o seu autoconhecimento, capta e guarda informações e portanto atinge níveis de consciência , melhorando assim o convívio social, tornando-se social e produzindo cultura, envolvendo a todos e modelando sua personalidade, internalizando regras sociais
Somos sociais não apenas porque dependemos dos outros para viver, mas porque os outros influenciam na maneira como vivemos conosco mesmos e aquilo que fazemos.
Ao nível da intimidade a pessoa encara-se como um ser dotado de uma consciência de si, baseada na racionalidade e nas emoções que, embora seja individual e interior, só se constrói com base em relações significativas com outros seres humanos
Ao nível da sociabilidade a pessoa encontra-se como membro de uma sociedade organizada, necessitando de passar por um longo processo de sociabilização até que possa assumir-se como um membro ativo da sociedade a que pertence. Não se pode dizer que a sociedade é uma mera soma de indivíduos, uma vez que cada individuo é, em si mesmo, um produto da cultura da sociedade a que pertence.

"Dentro de ti estão todos os que te viram como gente ou não, cada palavra que te dirigiram é uma luz ou uma ferida, às vezes, um clarão que cega ou mostra que sim, outras vezes um muro de sombra e um rio que secou sem razão porque a palavra não pode semear-se no campo largo do contentamento fazendo crescer uma floresta morta de desencanta no que podia ser um jardim ou um campo verde sem principio nem fim"





Nada é impossível de mudar

Nada é impossível de mudar

Desconfiai do mais trivial,

Na aparência do singelo.

E examinai, sobretudo,

O que aparece habitual.

Suplicamos expressamente:

Nunca digam: Isso é natural!

Pois em tempo de desordem sangrenta,

De confusão organizada,

De arbitrariedade consciente,

De humanidade desumanizada,

Nada deve parecer natural.

Nunca digam: Isso é natural!

A fim de que nada posse por ser imutável!

1 - Você já percebeu como as pessoas falam “Isso é natural!”? Em quais situações?

2 - Você acredita que as coisas foram, são e sempre serão assim ou acha que pode juntar-se a outras pessoas para mudar a situação em que vive? Como?

3 - Pense nas alternativas para mudar alguma coisa em sua vida, na vida de sua família e também na sua escola ou em outros lugares que frequenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário